O que dizem os Números e o Desespero Vermelho

img_1074

O jornal oJogo noticiou na edição de ontem que Nunca uma equipa com 5 ou mais pontos de vantagem à 23ª jornada, deixou escapar o título de campeão. Isto, desde que a vitória vale 3 pontos. Época 1995/96.

Deixo aqui o gráfico com os pontos dos 3 grandes – acrescentei o campeão Boavista em 2000/01 – desde 1995/96 até 2017/18. Recordo que entre 2006/07 e 2013/14, o campeonato tinha apenas 16 equipas e faltavam apenas 7 jornadas para terminar o campeonato ao contrário das restantes em que faltavam 11.

pontos 23jornada

  • Nunca 1 equipa com 5 ou mais pontos à 23ª jornada deixou escapar o campeonato. O pior foi o Benfica de Jorge Jesus em 2012/13 (Ano Kelvin) em que tinha 4 pontos de vantagem.
  • Os 61 pontos atuais da equipa de Sérgio Conceição igualam as pontuações de Bobby Robson (1995/96) e Jorge Jesus (2012/13). Melhor só André Villas Boas (2010/11) com 63 pontos.
  • Em 18 dos 22 campeonatos (81.8%), o líder isolado à 23ª jornada foi campeão. Apenas Sporting (1999/00), Benfica (2004/05), F.C. Porto (2012/13) e Benfica (2015/16) não lideravam isolados e foram campeões.
  • Equipas com 0 derrotas à 23ª jornada: F.C. Porto (1995/96), F.C. Porto (2003/04), F.C. Porto (2010/11), F.C. Porto (2012/13), Benfica (2012/13) e F.C. Porto (2017/18)

Golos 23jornada

  • Em 16 dos 22 campeonatos (72.7%), o clube com o melhor ataque foi campeão. Apenas Sporting (1999/00), Boavista (2000/01), Benfica (2004/05), F.C. Porto (2005/06, 2011/12 e 2012/13) foram campeões sem ter o melhor ataque à 23ª jornada.
  • Em 15 dos 22 campeonatos (68.2%), o clube com a melhor defesa foi campeão. Apenas F.C. Porto (1996/97, 1997/98, 2002/03, 2008/09 e 2011/12), Sporting (1999/00) e Benfica (2004/05) foram campeões sem ter ter a melhor defesa.

Estes números provam o grande campeonato que a equipa de Sérgio Conceição está a fazer. Mas não só. Também servem para amplificar o desespero e a agonia que os rivais vão demonstrando. Depois da importante vitória no Estoril, vieram colocar a cabeça de fora para dizerem disparates. Além disso não obedecem ao supremo líder que um dia disse para não falarem dos outros. Mas eram outros tempos. O Benfica ia em primeiro e o futebol era lindo. Agora é o clube do Norte a mostrar uma força invejável e a liderar com 5 pontos de vantagem. O desespero é tal que dizem barbaridades como as que podem ver em baixo.

abola

1519381316881

O Noddy taxista referiu-se a Luís Ferreira no Feirense – Porto de 2016/17 por causa deste lance. Desculpem a imagem mas não consegui melhor. Contudo, dá para ver a mão do jogador do Feirense a puxar André Silva. O Noddy deve andar distraído com as polémicas leis da Uber e Cabify que já não sabe o que diz. Se falasse no árbitro Rui Costa, no Porto – Feirense da mesma época, em que não assinalou um penalti do tamanho dos Clérigos sobre o Otávio, é que lhe dava valor. Enfim. Mais do mesmo. É bom sinal. É sinal de um desespero assinalável. Então o Moniz é um docinho quando fala à comunicação social.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s